Mar, ilha distante





Mar, ilha distante
Luz do sol a guiar
Movimento de cores vibrantes
Impressionismo para amar...

Distante, Mar, ilha
Suas ondas vêm me buscar
Me guiar por suas cores vibrantes
Luz do sol, movimento...
Impressionante, 
amar 
Mar, ilha distante.


Category: 3 comentários

Muito prazer!




Se queres saber o suficiente a meu respeito, vou te contar. Lápis e papel:
Sagitariana, ascendente escorpião.
Cabeça nas nuvens e os pés também.
Alma livre, mas não suporto solidão.
Rolo uma pedra para o topo do monte: Amizade.
Roubo um raio de sol para acender tua noite: Sensibilidade.
Paro de falar caso queira: Paciência.
Contemplo o Sol, a Lua,  o mar, o céu e as estrelas; gente, bicho, criação: Bondade.
Atravesso mares, desertos e precipícios para encontrar minha flor: Desejo.
Afundo no fundo de seus olhos e fico neles até que se fechem: Lealdade.
Admiro as cores das coisas simples: Amor.
Agora que sabes, não mangues de mim.  Também posso ser prática como uma faca e objetiva como um corte. Crio e recrio todas essas imagens, eu sou assim.
O tempo? O tempo foi ontem, é agora, qualquer hora, sem medir... Isso eu chamo de intensidade.

Muito prazer!


Category: 4 comentários



Sou no horizonte aquela flor
Que no verão nasceu
No outono ressecou
No inverno adormeceu
Para acordar a Primvera.

Chamam-me menino de rua.
Engraçado: 
minha casa não está numa rua.
minha rua não tem número.
O mais triste:
sou menino de rua! 

Paulo de Bereia

Texto do professor Vantuil (Paulo de Bereia), feito em 01/08, volta às aulas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...