Enquanto a cidade arde
Eu fujo pra ter calma
Eu fujo pra ter alma.

9 comentários:

Fernando disse...

Em tão poucas palavras você descreveu tudo o que eu postei no meu blog hoje mais cedo. Aí está a essência, no silêncio e na calma que encontramos em nós mesmos.

PS: Ainda estou com certa dificuldade em mudar o layout do blog. Ainda estou achando "fraquinho", mas espero melhorar com tempo. Obrigado pela visita!

d. bohn disse...

Gracias pela visita...sempre quando quiser aparece lá! Minha fuga são as palavras pois a cidade pulsa a vida.Ao menos aminha.

Vou colocar teu blog na minha lista c ñ c importa. Aquelas imagens ainda ñ são quadros mas... um dia ou outro sim.

musicpris disse...

que lindo texto, me comoveu bastante, resumiu o que muitas vezes eu senti ao comtemplar o mar, o horizonte e sinceramente nao tive palavras para descrever :) congratulations!!!!!

Cabeça Feminina disse...

enqnt a realidad arde, eu fujo pro sono...


adorei os versos!

otimo fds =)



bjooos

http://cabecafeminina.blogspot.com/

Thaís Braga disse...

"Todas as vezes que fugi, voltei como um imã atraído pelo único fio que me prende à terra..."

Beijos, bonita!

neh.etc disse...

fujo todo tempo de varias coisas, mas cedo ou tardo vou ter que enfrentar meus medos .

Espaço do haicai disse...

Olá, Sheila

Obrigada pela visita ao meu blog, o http://espacodohaicai.blogspot.com.

Seus poemas são muito bonitos, parabéns.

Se quiser que eu lhe avise quando postar novidades sobre haicais, envie um e-mail para monicamartinezhaicai@gmail.com.

Um abraço e bom final de semana, com paz e alma
Monica

Gustavo Paes disse...

"Eu fujo pra ter alma"...

ler esse verso é como estar correndo, então...rs
belíssimo!

poesiaainda.blogspot.com

kelly Dias disse...

Alguém pode me dizer o endereço desse lugar,por favor...
Heheheheeh

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...